Biografia / Exposições

 

ABÍLIO FEBRA

EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish


Abílio Febra nasce em Leiria (Maceira) e depois de ter estudado escultura no Ar.Co.- Lisboa, integra a Associação Artever na Amadora onde inicia a sua atividade como artista e realiza as suas primeiras exposições coletivas.
Após 8 anos de trabalho como artista e professor na Amadora e Lisboa, regressa às origens a Leiria – onde passa a residir e funda o seu atelier de pedra.
Em Leiria ajuda a fundar o Circularte juntamente com outros artistas locais.
O percurso artístico faz-se com exposições em várias cidades do nosso país mas também em Bruxelas, Luxemburgo, Holanda Alemanha e Macau.
A sua paixão pela pedra é bem patente na sua obra, nomeadamente com o mármore do Alentejo. A par da pedra, desenvolve também trabalho em bronze, ferro, vidro e poliéster.
A pintura e o desenho acompanham o seu trabalho artístico e as suas exposições.
A sua obra de cariz essencialmente figurativo, mostra traços de um expressionismo muito marcado, onde a textura e a ancestralidade ganham uma força própria e conferindo às suas obras uma personalidade inconfundível.
A partir de 2013 deixa definitivamente o ensino público e passa a dedicar-se em exclusivo às artes plásticas.

2015
– Espaço Socem- Martingança, Leiria (I)
– Máscaras do Desassossego-Ordem dos Advogados-Coimbra (I)
– Salão de Outono – Galeria do Casino do Estoril, Lisboa (C)
– Mostra de Ar livre de Sintra – Centro Internacional de Escultura, Sintra (C)
– Homenagem a Mateus Fernandes – Museu Mosteiro da Batalha, Batalha (C)

2014
– Desassossego das pedras-Galeria Biblioteca Afonso l. Vieira, Leiria (I)
– O Vinho e o Fado – Museu do Vinho Anadia, Estoril (C)
– Salão de Outono – Galeria do Casino do Estoril, Lisboa (C)
– Mostra de Ar livre de Sintra – Centro Internacional de Escultura, Sintra (C)

2013
– Hermafroditas com pedras, Galeria municipal, Marinha Grande (I)
– Salão de Outono – Galeria do Casino do Estoril, Lisboa (C)
– Mostra de Ar livre de Sintra – Centro Internacional de Escultura, Sintra (C)

2012
– Salão de Outono – Galeria do Casino do Estoril, Lisboa (C)
– Mostra de Ar livre de Sintra – Centro Internacional de Escultura, Sintra (C)

2011
– Salão de Outono – Galeria do Casino do Estoril, Lisboa (C)
– Mostra de Ar livre de Sintra – Centro Internacional de Escultura, Sintra (C)

2010
– Salão de Outono – Galeria do Casino do Estoril, Lisboa (C)
– Mostra de Ar livre de Sintra – Centro Internacional de Escultura, Sintra (C)

2009
– Flores pedras e guerreiros, Edifício Banco de Portugal, Leiria (I)
– Mostra de Ar livre de Sintra – Centro Internacional de Escultura, Sintra (C)

2008
– Mostra de Ar livre de Sintra – Centro Internacional de Escultura, Sintra (C)
– Andamentos musicais, Villa de S. Marcos ,Telheiro ,Leiria
– A Última Ceia – Coletiva Galeria Sacramento, Aveiro (C)
– “Sua Majestade, o Rei”, Museu do vinho Bairrada, Anadia (C)

2007
– Mostra de Ar livre de Sintra – Centro Internacional de Escultura, Sintra (C)
– Da pedra ao vinho, Museu do Vinho Bairrada, Anadia (I)

2006
– Mostra de Ar livre de Sintra – Centro Internacional de Escultura, Sintra (C)
– Bienal de Artes Plásticas, Marinha Grande (C)

2005
– Mostra de Ar livre de Sintra – Centro Internacional de Escultura, Sintra (C)
– Made in Portugal – Groneveld Almelo, Holanda (C)

2004
– Entre paredes, Galeria 57/ Biblioteca Vieira , Vieira de Leiria (I)
– Bienal de Artes Plásticas, Marinha Grande (C)

2003
– Pêndulos (Re) aprisionados, Galeria Artur Bual, Amadora (I)
– O Vinho é uma Arte – Luis Pato –Galeria Sacramento, Aveiro (C)

2002
– Pêndulos Aprisionados, Galeria Cine-Teatro Amália, Pombal (I)
– International Small Engraving, Florean Museum, Roménia (C)
– Bienal de Artes Plásticas, Marinha Grande (C)

2001
– Sinais do Tempo – Galeria Vila Verde de Ficalho (I)
– O Voo das Pedras – Domus Varius, Lisboa (C)

2000
– Sinais do Homem e do Tempo, Galeria Municipal, Sacavém (I)
– Bienal de Artes Plásticas, Marinha Grande (C)
– Ambientar-te – Concurso de Escultura, Leiria (C)
– Balanço do Século/Artes Plásticas – Igreja de S. Francisco, Leiria (C)
– Seis Escultores em Abril – Quinta do Conventinho, Loures (C)
– Prémio Edinfor de escultura. Galeria de Arte Casino do Estoril. (C)

1999
– Abril 25 – Galeria 57/Governo Civil Leiria (C)
– Arts Multiplicata, Rhein, Alemanha e Leiria (C)
– I Simpósio Internacional de Escultura de Cantanhede (C)

1998
– Boggard Art – Helmond, Holanda (I)
– Poemas Lusitanos – Cercle Municipal, Luxemburgo (I)
– 75 Anos Secil, Maceira, Leiria (C)
– Blue Feelings – Kulturforum Rhein, Alemanha, Polónia, Lituania, Holanda (C)
– Prémio Edinfor de Escultura – Galeria Casino do Estoril

1997
– Poemas de Pedra e Paz – Ateneu, Leiria (I)
–Prémio Edinfor de Escultura, Galeria Casino do Estoril (C)

1996
– Blue Feelings – Kulturforum Rhein, Alemanha, Polónia, Lituania, Holanda (C)
– Prémio Edinfor de Escultura – Galeria Casino do Estoril

1995
– Máscaras do Silencio – Casa Jardim do Marquês, Lisboa (I)
– Bienal de Artes Plásticas, Festa do Avante, Amora, Seixal (C)
– Prémio Edinfor de Escultura – Galeria Casino do Estoril (C)

1993
– A Mulher e a Luz – Galeria Quattro/Associação Atlântida, Bruxelas (I)
– Bienal de Artes Plásticas, Festa do Avante, Amora, Seixal (C)
– Mostra Escultura de Ar Livre da Amadora (C)

1992
– Traços em Pedra – Galeria Municipal de Alverca (I)

1990
– Infracções – Galeria St. Justa, Lisboa (I)

1989
– Reconstituições – Casa de Bocage, Setúbal (I)
– Mostra Escultura de Ar Livre da Amadora (C)
– Homenagem a Cristóvão Colombo, Funchal (C)
– I Mostra de Escultura de ar livre, Amadora (C)

1987
– I Prémio de Debujo Artístico-Genaro Perez Vilaamil, Ferrol, Corunha (C)

Prémios e Distinções:
1989 – Menção Honrosa – Homenagem a Cristóvão Colombo, Funchal
1989 – Prémio I Mostra de Escultura, Amadora
1997 – Menção Honrosa, III Prémio Edinfor de Escultura, Estoril
2000 – 1º Prémio Ambientar-te, Câmara Municipal Leiria
2002 – 3º Prémio, International Small Engraving, Florean Museum, Roménia
2008 – Menção Honrosa – Concurso Artes Plásticas “Sua Majestade, o Rei”, Anadia

Representado:
Museu de Setúbal, Coleção EDP, Museu Mun. V. Franca de Xira, Camara Municipal da Amadora, Hospital do Montijo, Área de serviço de Leiria – Shell- A1, Espaços Secil/CMP, Espaços públicos de Leiria, Cantanhede, Aljezur e Sintra.